terça-feira, julho 14, 2015

Desculpem lá, só quem pode falar mal dos nossos somos nós ...



Parece descabido (sobretudo num momento tão grave da História da Europa, em que tudo está posto em causa e não se sabe como é que vai terminar) escrever sobre um assunto como o que aqui vos trago hoje. Mas a verdade é que fiquei irritado com o que uma senhora espanhola disse sobre um clube português. É que é a tal história, por muito mau que seja um parente nosso, não gostamos que alguém de fora chame nomes ao nosso parente. Ou seja, só nós, que somos da casa, é que temos esse direito.

Pois foi a irritação que senti quando li as afirmações dos pais do super e "fabulástico" guarda-redes Iker Casillas, o mais premiado jogador de futebol em actividade no mundo, que agora foi contratado pelo Futebol Clube do Porto para defender as suas redes. "O fêcêpê é uma equipa da 3a Divisão ...", disse, convicta, a mãe de Casillas. Ora eu, que até sou benfiquista dos quatro costados, acho que isso não corresponde à verdade. Mais, é injusto. Ignorância ou má vontade porque a senhora talvez gostasse que o seu super guarda-redes fosse transferido para um clube ainda mais conhecido, talvez o Manchester United ou o PSG, eu entendo. Mas por muito "amor de mãe" que haja, achei que ela foi demasiado longe ...

Dizem as más-línguas que a mãe de Casillas (porque o ordenado do filho talvez não atinja tantos zeros como o que o Real Madrid lhe pagava) , teria receado de que os móveis "vintage" de sua casa pudessem ser trocados por outros bem mais modestos, tipo Ikea. Mas não será por isso, digo eu, já que, aparentemente, o filho não se dá com os pais há anos.

Enfim, foi um desabafo infeliz. E se a D. Mari Carmen, apesar dos seus 56 anos, não sabe onde o filho se vai meter, eu ajudo-a dizendo-lhe que "o Porto é uma Nação" e o F.C. Porto não é definitivamente uma equipa da 3ª Divisão, mas sim a quase a melhor de Portugal ...